Prof.ª Rosa Maria Pereira

Prof.ª Rosa Maria Pereira

Prof. Rosa Maria Pereira

Prof. Rosa Maria Pereira

total de acessos

Projeto Sementeira Escolar / julho de 2016

Projeto Sementeira Escolar / julho de 2016
Desde 2014 Prof. Rosa Pereira, Direitos Humanos

organização do Projeto Adote uma Planta

organização do Projeto Adote uma Planta
Julho 2016 NC

seleção de sementes de abóbora

seleção de sementes de abóbora
1 ano C Julho de 2016

plantando as sementes de abóbora

plantando as sementes de abóbora
1 ano C julho 2016

Projeto Sementeira Caseira

Projeto Sementeira Caseira
julho 2016

sementeira caseira

sementeira caseira
agosto 2016

abóbora plantada em casa 2016

abóbora plantada em casa 2016

abóbora da Sementeira Caseira

abóbora da Sementeira Caseira

frutos da Sementeira Caseira

frutos da Sementeira Caseira
agosto de 2016

1 ano C

1 ano C
Direitos de Solidariedade/ecológicos

1 ano B julho de 2016

1 ano B julho de 2016
sementes de mulungu plantadas em saquinho

plantio das sementes de mulungu

plantio das sementes de mulungu
1 ano B julho de 2016 direitos ecológicos

sementes de mulungu

sementes de mulungu
trazidas por estudantes do 1 ano B 2016

Projeto Adote uma Planta

Projeto Adote uma Planta
2 ano b julho de 2016 Direitos Humanos

projeto Adote uma Planta

projeto Adote uma Planta
julho de 2016

abóbora plantada em casa 2016

abóbora plantada em casa 2016

Direitos difusos e coletivos

Direitos difusos e coletivos
16/09/15 DIREITOS HUMANOS! ESTUDO DIRIGIDO 4 E COMUNICAÇÃO CULTURA DIGITAL E USO DE MÍDIAS

Direitos de solidariedade

Direitos de solidariedade
conhecendo a árvore tamboril na Rui Barbosa 16/08/15

1 ano C

1 ano C
Direitos de Solidariedade/ecológicos

catação da semente de tamboril

catação da semente de tamboril
1 ano C 16/09/15

agosto de 2015

agosto de 2015

pau-ferro 1 ano B NC

pau-ferro 1 ano B NC
sítio de Osmaíra set de 2015

folhagem de pau-ferro

folhagem de pau-ferro
1 ano B 15/09/2015 Paranatama -PE

fruto e casca de pau-ferro

fruto e casca de pau-ferro
1 ano B 15/09/15

sementes de tamboril nascendo

sementes de tamboril nascendo
11 de set 2015

muda de mulungu

muda de mulungu
11 de set de 2015

sementeira

sementeira
árvores nativas set de 2015

semente de tamboril nascendo

semente de tamboril nascendo
11 de set 2015

muda de amoreira

muda de amoreira
09/09/2015

semente de flamboyan amarelo

semente de flamboyan amarelo

2 ano b

2 ano b

plantio de sementes nativas

plantio de sementes nativas
2 ano a 03/09/2015

bagem de flamboyam

bagem de flamboyam
2 ano b 04/09/2015

semente e bagem de flamboyam

semente e bagem de flamboyam
plantio 04/09/20158

explanação de mapa conceitual

explanação de mapa conceitual
1 ano b 04/09/2015

semente de tamboril

semente de tamboril
plantio 2 ano a 03/09/2015

semente de ingá

semente de ingá
03/09/2015

semente de mulungu

semente de mulungu

resgate de sementes nativas

resgate de sementes nativas
2 ano a 2015

semente de pitomba nascendo

semente de pitomba nascendo
2 ano b 2015

fruto do tamboril/tambori?

fruto do tamboril/tambori?
2 ano b 2015

diário de bordo

diário de bordo
para acompanhamento da semente plantada agosto de 2015

plantando semente

plantando semente
1 ano C 02 /09/ 2015

projeto sementeira escolar

projeto sementeira escolar
02/09/2015

Montagem de mural

Montagem de mural
mural sobre Direitos Ambientais: abril 2015

ENCENAÇÃO 2015 HISTÓRIA

ENCENAÇÃO 2015 HISTÓRIA
TRIBO ITACOATIARA E A PEDRA DO NAVIO

cenário

cenário
selva\devastação ambiental 2015

povos indígenas de PE

povos indígenas de PE
encenação 2015

dia do índio encenação

dia do índio encenação
lutas e conquistas 2015 História

pintura corporal 2º ano B

pintura corporal 2º ano B
encenação\índio 2015

1º ANO A 2015

1º ANO A 2015
ONÇA PINTADA

LEI MARIA DA PENHA

LEI MARIA DA PENHA
SIMULAÇÃO 2015

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

VIOLÊNCIA FÍSICA

VIOLÊNCIA FÍSICA

2º ANO A 2015

2º ANO A 2015

SIMULAÇÃO 2º ANO C 2015

SIMULAÇÃO 2º ANO C 2015
ALCOLISMO E DESORGANIZÇÃO FAMILIAR

SIMULAÇÃO

SIMULAÇÃO

LEI MARIA DA PENHA

LEI MARIA DA PENHA
SIMULAÇÃ VIOLÊNCIA FÍSICA E PSICOLÓGICA

VIOLÊNCIA MORAL

VIOLÊNCIA MORAL

06\09\15

06\09\15
1º ANO A

06\09\15

06\09\15
1º ANO A

1º ANO A

1º ANO A
14\09\2015 PROJETO BENC

1º ANO A

1º ANO A
06\08\15

08\09\2015

08\09\2015

2º TRABALHO DE HISTÓRIA APRESENTADO NO RECIFE (2010)

2º TRABALHO DE HISTÓRIA APRESENTADO NO RECIFE (2010)
2º TRABALHO DE HISTÓRIA APRESENTADO NO RECIFE (2010) banner para II MOSTRA DE EXPERIÊNCIAS PEDAGÓGICAS BEM SUCEDIDAS DAS ESCOLAS PÚBLICAS

Exposição de trabalho\Centro de Convenções\Recife\25\10\2012

25\10\2012

25\10\2012
IV Amostra de Experiências Pedagógicas de PE\Centro de Convenções\premiação simbólica após exposição de trabalhos (História Popular e Cinema no Ensino Médio resgatando a história local (Prof. Rosa Maria Melo) Recife

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Mais um Projeto de História do Narciso Correia, agora sobre Cinema no Ensino Médio, é selecionado para IV Mostra de Experiências Pedagógicas Bem Sucedidas nas Escolas Públicas de PE

CONHEÇA UM FRAGMENTO DO PROJETO E COMO FOI VIVENCIADO

Memória Popular e Cinema no Ensino Médio
resgatando a história local

Por Rosa Maria Pereira de Melo*
*Formação em História e especialização em Programação do Ensino de História, pela UPE. Professora efetiva na rede pública Estadual e Municipal. E-mail: grupodestudosdehistoria@hotmail.com
RESUMO
Este é um relatório de pesquisas e do trabalho de produção de esquetes filmadas sobre a história e memória do município de Paranatama – PE, realizadas no ano de 2011, nos meses de setembro a novembro, para a Feira de Ciências da Escola Estadual Narciso Correia, ocorrida no mesmo ano. Nele foram resgatados pelos estudantes e professora, diversos fragmentos da história local até então pouco conhecidos pela comunidade escolar, porque antes estavam registrados apenas na memória das pessoas idosas.

ESQUETE 1: A Origem de Paranatama - PE
O filme: “ Paranatama- PE: a história através da memória popular” inicia com os indígenas de Paranatama” retratando em suas conversas as riquezas do lugar. Na pedra do Navio (ponto turístico local) foi comprovado que existem alguns desenhos rupestres provavelmente feitos pela referida população.

ESQUETE 2: Um holandês em Serrinha em: a implosão da grande Pedra do Navio
Outro fato foi a implosão da Pedra do Navio (principal ponto turístico do município): o holandês de Garanhuns Van der Linden e seu grupo foram explorar o sítio Pedra do Navio, na época que Serrinha era distrito de Garanhuns, pois havia boatos de que nessa pedra havia muito ouro, provavelmente daí tiveram a a ideia de implodir o bico da grande pedra que tem o formato de navio.
ESQUETE 3: O malogrado assalto de Lampião à Serrinha
Dentre as atribuições de Paranatama, se destaca na historiografia regional como a cidade que expulsou Lampião e seu bando a tiros, feriu Maria Bonita, além de matar o cachorro do temido bando de cangaceiro que assustava o Nordeste. Moradores antigos do lugar relatam que em 20 de julho de 1935 Lampião e seus jagunços invadiram Serrinha, mas foram derrotados.
Está enterrado no cemitério local um cidadão que foi assassinado por um dos cangaceiros de Lampião na passagem dele por Serrinha, como aparece na lápide do sepulcro.

ESQUETE 4: Um casamento na Família Gato
Outro esquete foi baseado no depoimento de alunas que quiseram resgatar a história de sua família – foi valorizado o cotidiano, as relações sociais e familiares.

ESQUETE 5: O mito da cobra encantada
Existe também em Paranatama o mito da cobra encantada. Dizem que antigamente nessa cidade, havia uma cobra encantada que aparecia e desaparecia nos sítios Baixinha, Lagoa Velha e sítio Maracujá, sua presença foi até confirmada no sítio Pedra do Navio. Essa cobra assustava as mulheres que iam lavar roupas nas fontes de água doce – muito abundantes em alimentos para estas serpentes.
 
ESQUETE 6: Os mitos da botija e do fogo corredor

Estudante inicia o filme: Paranatama - PE: a história através da memória popular, narrando sobre as descobertas referentes à origem e às diversas mudanças de nome de Paranatama – PE, antiga Serrinha, depois Serrinha de São Luiz Gonzaga, Serrinha do Catimbau, Itacoatiara...

sábado, 14 de abril de 2012

Cursos de Graduação oferecidos pela AESGA


*   ENGENHARIA CIVIL
*   DIREITO
*   SECRETARIADO EXECUTIVO BILÍNGUE
*   ADMINISTRAÇÃO COM ÊNFASE EM EMPREENDEDORISMO
*   ADMINISTRAÇÃO COM ÊNFASE EM MARKETING
*   ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR

quinta-feira, 12 de abril de 2012

HISTÓRIA DE PARANATAMA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

História

Paranatama é um município brasileiro do estado de Pernambuco. O município é composto pelo distrito-sede e pelos povoados de Brejo Velho e Campo Sujo.
O nome do município provém dos índios Itacoatiara, primitivos habitantes da região. Antigo distrito de Garanhuns, Paranatama inicialmente era chamada de Serrinha, devido à serra do Catimbau. Ao ser elevada à condição de vila pelo decreto-lei nº 92, de 31 de março de 1938, passou a ser denominada Itacoatiara. Em 1943, teve seu nome trocado para Paranatama. Tornou-se município autônomo em 20 de dezembro de 1963 e sua instalação deu-se em 4 de fevereiro de 1964. Segundo Roberto Harrop Galvão, o nome paranatama foi uma invenção do tupi, e quer dizer região dos rios (paraná: rio + retama: terra, lugar).Em 1932, a cidade foi sede de uma batalha entre os moradores e o grupo de cangaceiros de Lampião, Maria bonita saiu baleada e Lampião foi derrotado.

Geografia

Localiza-se a uma latitude 08º55'15" sul e a uma longitude 36º39'29" oeste, estando a uma altitude de 879 metros. Sua população estimada em 2004 era de 9.801 habitantes.
Possui uma área de 272,79 km².
O município está inserido no Planalto da Borborema, com relevo suave e ondulado.
A vegetação é composta por Florestas Subcaducifólica e Caducifólica, próprias das áreas agrestes.
Paranatama encontra-se localizado nos domínios da bacia hidrográfica do rio Ipanema e do Grupo de Bacias de Pequenos Rios Interiores e tem como principais tributários são os riachos da Brava, do Limitão, Seco, Riachão, do Exu, das Lajes e Baixo do Mocó, todos de regime intermitente.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Bençãos

‎"Porque o Senhor Deus é um sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão" (Salmo 84:11).

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Saiba aqui como ingressar na UFRPE (cursos em Garanhuns - UAG)

Graduação

Os cursos de Graduação têm por finalidade habilitar alunos à obtenção de graus acadêmicos ou profissionais e estão abertos a candidatos que tenham sido classificados de acordo com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), transferidos de outras Universidades, portadores de diploma em Cursos Superior e Convênio Cultural (estudantes estrangeiros), nos limites de vagas prefixadas. São classificados nas áreas de conhecimentos de Ciências Agrícolas, Ciências Biológicas, Ciências humanas e Sociais e Ciências Exatas e da Terra.

Modalidade Presencial

             Administração
             Administração UAST
             Agronomia
             Agronomia UAG
             Agronomia UAST
             Bacharelado em Ciência da Computação
             Bacharelado em Ciência da Computação UAG
             Bacharelado em Ciências Biológicas
             Bacharelado em Ciências Biológicas UAST
             Bacharelado em Ciências Econômicas
             Bacharelado em Ciências Econômicas UAST
             Bacharelado em Ciências Sociais
             Bacharelado em Gastronomia e Segurança Alimentar
             Bacharelado em Sistemas de Informação
             Bacharelado em Sistemas de Informação UAST
             Economia Doméstica
             Engenharia Agrícola e Ambiental
             Engenharia de Alimentos UAG
             Engenharia de Pesca
             Engenharia de Pesca UAST
             Engenharia Florestal
             Licenciatura em Ciências Agrícolas
             Licenciatura em Ciências Biológicas
             Licenciatura em Computação
             Licenciatura em Educação Física
             Licenciatura em Física
             Licenciatura em História
             Licenciatura em Letras (Português e Espanhol)
             Licenciatura em Letras Português/Inglês UAG
             Licenciatura em Letras UAST
             Licenciatura em Matemática
             Licenciatura em Pedagogia
             Licenciatura em Pedagogia UAG
             Licenciatura em Química
             Licenciatura em Química UAST
             Medicina Veterinária
             Medicina Veterinária UAG
             Zootecnia
             Zootecnia UAG
             Zootecnia UAST

Cursos oferecidos pela UPE

 Campus Nazaré da Mata 
  • Ciências Biológicas
  • Pedagogia
  • Geografia
  • Letras
  • Históra
  • Matemática 
Campus Garanhuns
  • Ciências Biológicas
  • História
  • Geografia
  • Informática
  • Letras
  • Matemática
  • Pedagogia
  • Psicologia
  • Medicina
Campus Petrolina
  • Letras (Português e suas literaturas)
  • Letras (Inglês e suas literaturas)
  • Geografia
  • História
  • Ciências Biológicas
  • Matemática
  • Pedagogia
  • Enfermagem
  • Fisioterapia
  • Nutrição
Campus Benfica
  • Administração (Bacharelado) - FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE PERNAMBUCO
  • Engenharia Civil (Bacharelado) - ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO
  • Engenharia Mecânica Mecatrônica (Bacharelado) - ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO 
  • Engenharia Mecânica Industrial (Bacharelado) - ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO
  • Engenharia Elétrica Eletrotécnica (Bacharelado) - ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO
  • Engenharia Elétrica Eletronica (Bacharelado) - ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO
  • Engenharia Elétrica Telecomunicações (Bacharelado) - ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO
  • Engenharia da Computação - ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO
 Campus Santo Amaro
  • Enfermagem (Bacharelado) FACULDADE DE ENFERMAGEM NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS
  • Medicina (Bacharelado) - Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco
  • Ciências Biológicas (Bacharelado) - Instituto de Ciências Biológicas 
Campus Camaragibe
  • Odontologia (Bacharelado) - FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PERNAMBUCO
Campus Caruaru
  • Sistema de Informação (Bacharelado) - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE CARUARU
  • Administração com ênfase em Marketing de Moda (Bacharelado) - FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE CARUARU
Campus Salgueiro 
  • Administração (Bacharelado) - FACULDADE DE CIENCIAS E TECNOLOGIA DE SALGUEIRO
 Campos Arcoverde
  • Direito (Bacharelado) - 
  • Odontologia (Bacharelado) -

Foi montagem COBRA GIGANTE EM PARANATAMA

Foi montagem COBRA GIGANTE EM PARANATAMA
set de 2015 PARQUE EÓLICO

julho de 2015

julho de 2015
av. Rui Barbosa

a

a

maternidade velha

maternidade velha
local que serviu de abrigo de pessoas durante muito tempo

antiga maternidade velha

antiga maternidade velha
agosto de 2015

lot Floriano Duda

lot Floriano Duda
julho 2015

01/09/2015 Nova praça

01/09/2015 Nova praça
av. rui barbosa Paranatama

Centro\setembro de 2012

Centro\setembro de 2012
Foto: Rosa

Academia das cidades\2012

Academia das cidades\2012

Academia das Cidades no início da construção

Academia das Cidades no início da construção
Rua São Luís (Rua do Pau Ferro)

Igreja Católica do Brejo Velho

Igreja Católica do Brejo Velho
Foto: Rosa\2011

Templo Católico

Templo Católico
Centro da cidade (2011)

Templo evangélico no Brejo Velho em construção

Templo evangélico no Brejo Velho em construção
Foto em 2011

Igreja Evangélica do sítio Mocós

Igreja Evangélica do sítio Mocós
Foto: Rosa 2011

Igreja Evangélica no Catimbau\Paranatama

Igreja Evangélica no Catimbau\Paranatama
Foto: Rosa 2011

Igreja antes de reforma Av. Rui Barbosa

Igreja antes de reforma Av. Rui Barbosa
Foto: Rosa 2010

Igreja na Praça João Correia de Assis

Igreja na Praça João Correia de Assis
Foto: Rosa 2010

Urbanização

Urbanização
Foto da Internet 2011\Antiga Praça João Correia de Assis

CÂMARA E COLÉGIO MUNICIPAL DOM VITAL

CÂMARA E COLÉGIO MUNICIPAL DOM VITAL
Foto em 2010

MEMÓRIAS: Antigos casebres na área rural cada vez mais raros

MEMÓRIAS: Antigos casebres na área rural cada vez mais raros
Fotos em 2011

casebre

casebre

CENTRO

CENTRO
Foto: Rosa\Antigo Centro Social e Biblioteca (2011)

cemitério do Brejo Velho

cemitério do Brejo Velho
povoado

Cemitério do Brejo Velho

Cemitério do Brejo Velho
Foto em 2011

Rua São Luís

Rua São Luís
Vindo pelo Catimbau (2011)

Em 2010 CHUVAS CONTÍNUAS ARRASTARAM A AREIA DO LOTEAMENTO FLORIANO DUDA - PARANATAMA - PE

Em 2010 CHUVAS CONTÍNUAS ARRASTARAM A AREIA DO LOTEAMENTO FLORIANO DUDA - PARANATAMA - PE
Imagem: Profª Rosa Melo (2010)

Roças para plantio agrícola

Roças para plantio agrícola
Atualmente, todos os países reconhecem a imperiosa necessidade de reflorestar.

Palmeira Ouricuri (coquinho)

Palmeira Ouricuri (coquinho)
A vegetação é composta por Florestas Subcaducifólica e Caducifólica, próprias das áreas agrestes. "Os índios vivem do artesanato da palha do ouricuri, comercializado nas feiras livres da região, da agricultura de subsistência e de alguma criação de bovinos e suínos. Ainda praticam a caça e a pesca, mas essas atividades estão quase em extinção, devido aos desmatamentos e à poluição dos rios da região."

FAUNA LOCAL - insetos

FAUNA LOCAL - insetos

borboleta

borboleta

inseto esquisito

inseto esquisito
encontrado por estudante local

Gafanhoto no eucalipto derrubado

Gafanhoto no eucalipto derrubado

gafanhotos\soldadinhos

gafanhotos\soldadinhos

besouro

besouro

Borboleta na mão

Borboleta na mão

bicho-pau

bicho-pau